Hoje foi dia de aprender com pessoas que muito sabem e muito fazem pelo território e pela defesa da floresta contra incêndios há muito tempo e insistem em não desistir. Pessoas que têm a capacidade de valorizar o nosso pequeno contributo e que procuram a articulação de gentes e agentes nesse objetivo comum que é a sustentabilidade local e global. Abraço e obrigado pela partilha de ideias, de soluções, contradições e opções!

Abraços especiais para a Eng. Alexandra Nogueira (que também captou estas fotos), para a Eng. Rosário Alves, para a Eng. Isabel Neves, para o Eng. Vítor Sousa e para a Prof. Joana Nogueira e para a Eng. Sara Simões e claro para a Eng. Sandra Vieira, para o Presidente dos baldios (Durval Gave) e para os Presidentes de Junta presentes (Sérgio Rodrigues – SIstelo, Márcio Alves – Merufe e Pedro Rodrigues – Longos Vales) e todos os que tanto nos ajudaram a perceber melhor o território em que tentámos atuar.

O projeto que andou por estas serras hoje é o: FORVALUE: Gestão Inovadora para a Valorização e Resiliência do Espaço Florestal – Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal (POCTEP) – Janeiro de 2018 a setembro de 2021

Objetivos
Aumentar a resiliência do território ao risco de incêndios através da promoção de modelos inovadores de gestão florestal que permitam gerar atividades económicas a partir da biomassa florestal local, incentivar o estabelecimento de formas de gestão florestal conjuntas e favorecer a coordenação transfronteiriça no planeamento, gestão e recuperação da resiliência da floresta, através do uso de novas tecnologias.

Ações
Realização de um inventário de boas práticas
Definição e seleção de modelos de gestão florestal adaptados às condições locais, para aumentar a resiliência
da floresta;
Seleção de um modelo inovador de gestão florestal adaptado a cada área piloto do projeto;
Implementação de áreas de valorização conjunta do espaço florestal com visão transfronteiriça;
Sistema de Informação Florestal que reúne todos os instrumentos de planeamento e gestão florestal na área
transfronteiriça;
Promoção de novas iniciativas de gestão associativa de propriedades florestais.

Resultados
Implementação modelos de gestão de sucesso que valorizam a geração de emprego e económia do território;
Implementação de novas unidades de gestão florestal conjunta no território da área de cooperação, alinhada
com as estratégias internacionais
Novas estratégias e ferramentas TIC para a coordenação transfronteiriça para o planeamento e gestão do
espaço florestal

Participantes
FORESTIS – Associação Florestal de Portugal
Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho)
Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC)
AFG – Associación Forestal de Galicia
Conselleria de Medio Rural – XUNTA DE GALICIA
Instituto de Estudos do Territorio (I.E.T)
Universidade de Santiago de Compostela (USC)

O folheto do projeto pode ser consultado aqui: https://forvalue.eu/pt-pt/folleto-forvalue/