«Hugo Novo, de 36 anos, professor de Viana do Castelo, tem saudades do mar e queixa-se dos entraves burocráticos que o PNGP impõe a quem se quer fixar.
De resto, nao se arrepende da decisão que tomou há três anos. Deixou a vida docente e mundana e tornou-se cabreiro, o único, na aldeia de Sistelo, Arcos de
Valdevez. Licenciado em Biologia e Geologia, com especialização em Agricultura Sustentável, passa os dias na serra com um rebanho de 100 cabras. A todas chama pelo nome. Gente de todo país paga para acompanhar online a vida do seu animal, vestir o “traje” de pastor e acompanhar o rebanho na serra. O lema do projeto “5ª Lógica” é: “A serra precisa de cabras e de pessoas”. »