Silvicultura com pastoreio de cabras para a prevenção de fogos florestais no Parque Natural de Doñana (Mancilla-Leytón J.M. & Martín Vicente A., 2011)

Visualizações: 1431

Resumo: Foram monitorizados os efeitos do pastoreio de cabras no sub-coberto florestal de um pinhal no Parque Natural de Doñana durante 24 meses sem aplicação de métodos destrutivos. Depois dos 2 anos o biovolume arbustivo diminuiu 28%. A composição florística (biodiversidade) não mostrou diferenças entre áreas pastadas e não pastadas, mas a abundância relativa de espécies (diversidade) foi afetada positivamente. As espécies da família das Cistaceae experienciaram a maior redução de biovolume. As diferentes respostas das arbustivas a este pastoreio podem ser usadas como ferramenta efetiva para o controlo de arbustos em áreas florestais, de forma a conseguir uma redução da vegetação que contribua para uma redução progressiva do risco de incêndio.

 

Artigo original: http://ressources.ciheam.org/om/pdf/a100/00801500.pdf