Bétula

Joana Silvestre Fernandes Rocha (Marinha Grande)

A Bétula é meiga e não se mete em confusões. Tolera mimos mas não os procura. Apesar das várias fêmeas que já teve ainda nenhuma sobreviveu à serra e ao lobo. A sua timidez faz com que não se alimente devidamente quando nos dias de inverno rigoroso o rebanho fica estabulado e talvez por isso os sus filhotes são quase sempre franzinos e precisam muitas vezes de ajuda para sobreviver. Continua muito agarrada ao seu clã original de serranas. A Bétula, como todas as serranas, tem uma coloração que faz lembrar a das bétulas, ou melhor, do seu tronco, que brilhando como prata em noites de luar, lhes vale a designação de damas da noite.